folha

POTENCIAL HOTELEIRO

Atento ao potencial gerado com a ampliação do aeroporto de Viracopos, em Campinas, o grupo paulista Royal Palm construirá um hotel em Indaiatuba (a 98 km de São Paulo), com um aporte de R$ 65 milhões.
O empreendimento terá 15 mil metros quadrados de área construída e 190 apartamentos, sendo 180 de 24,5 m² e 10 suítes de 50 m².
O hotel será de quatro estrelas e deverá ser inaugurado em 2016.
A maior parte dos recursos virá da própria Royal Palm e da incorporadora Cariba Empreendimentos.
O restante, deverá ser captado com investidores pulverizados.
O grupo possui três hotéis e um resort, todos em Campinas. Também aguarda licenças para construir um centro de convenções.
"Temos negociações em outras cidades e não descartamos um empreendimento mais distante", afirma Antonio Dias, diretor-executivo da empresa.
R$ 122,4 milhões
foi o faturamento do grupo em 2013
R$ 137,1 milhões
é a previsão de receita deste ano, alta de 12%
4
são as unidades do grupo
662
é o total de quartos que a empresa possui em Campinas
831
número atual de funcionários